Dez animais ganham lar em Feira de Adoção do Shopping Pátio

Secretária de Saúde visitou ação, realizada em parceria com a ONG Pata Voluntária

A primeira Feira de Adoção de Cães e Gatos da Unidade de Vigilância de Zoonoses (UVZ) no Pátio Shopping, que fica na Cidade Universitária, resultou na adoção de dez animais, que passam a contar com a proteção de uma família. A ação, realizada neste sábado (23), aconteceu em parceria com a organização não governamental de apoio à proteção animal Pata Voluntária.

A secretária municipal de Saúde, Célia Fernandes, que participou das ações do Dia D do Outubro Rosa em unidades de saúde da parte alta, esteve no Shopping Pátio para acompanhar os trabalhos da Feira de Adoção.

“Viemos prestigiar a primeira Feira de Adoção de Animais aqui no Shopping Pátio. A primeira de muitas para garantir um lar para esses cães e gatos que alegram tanto as nossas vidas. A Prefeitura está empenhada no aperfeiçoamento das ações de proteção animal. Amanhã estaremos mais uma vez na Rua Aberta da praia”, comenta a secretária.

Neste domingo (24), a Feira de Adoção estará na Rua Aberta de Maceió, no Projeto Na Orla é Massa, em parceria com a ONG SOS Pet Pinheiro. Desta vez, além dos animais da UVZ, serão expostos para adoção dez animais, sendo seis gatos adultos e quatro filhotes.

O coordenador geral da UVZ, Marcos Vasconcelos, informa que pretende ampliar o trabalho em conjunto com as ONGs.

“A parceria com as ONGs já estava em nosso planejamento, mas precisávamos, primeiro, ver como seria a aceitação da população para dar continuidade ao projeto, em parceria com as organizações de apoio à causa animal. Como foi um sucesso, vamos expandir a ação”.

Todos os animais disponíveis para a adoção passaram por avaliação médico-veterinária, são vacinados e vermifugados e apresentam boas condições de saúde, estando, portanto, aptos a uma adoção responsável.

“A partir do momento que adota, você passa a ter toda a responsabilidade sobre o pet, por isso, antes de adotar, sempre é bom consultar a família, ver se o animal será bem aceito, porque a adoção também vai gerar um custo a mais no orçamento da família”, completa Marcos Vasconcellos.

Ascom SMS

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo