DEIC prende duas pessoas suspeitas de participação no golpe do “motoboy”

O delegado José Carlos, titular da Seção de Crimes Cibernéticos,  informou nesta quinta-feira (20), que a Divisão Especial de Investigação e Capturas (DEIC) prendeu em flagrante, na tarde de ontem, duas pessoas investigadas pela prática do chamado golpe do “motoboy”. Os envolvidos, procurados desde o dia 10 deste mês, foram localizados na cidade de Arapiraca onde aplicavam novos golpes usando 12 maquinetas de laranjas.

Segundo o delegado os presos aplicavam golpes diariamente e foram presos em flagrante por 4 crimes de furto mediante fraude.

O golpe

“Pelo chamado golpe do motoboy um criminoso se passa por funcionário da central de atendimento de um banco e pede para a vítima ligar para o número no verso do cartão sob alegação de que houve uma compra não autorizada. A vítima coloca o telefone no gancho e inicia nova chamada para o número constante atrás do cartão. Ocorre que, na verdade, a chamada com o criminoso continua ativa e a vítima acredita ser uma nova chamada em razão de sons que simulam um atendimento bancário”, explicou o delegado José Carlos.

A vítima é orientada a entregar o cartão a um motoboy que integra o grupo criminoso e usa todo cartão da vítima em maquinetas em nome de laranjas.

Como se precaver

De acordo com o delegado José Carlos, a polícia acredita que outros indivíduos ainda estão em Maceió e Arapiraca aplicando o mesmo golpe, por isso as pessoas, principalmente idosos, devem ficar atentas.

“A pessoa que receber uma ligação com alegação de que houve compra não autorizada e que deve retornar para o número atrás do cartão, deve desconfiar, pois pode ser golpe. Na dúvida, prefira ligar para o seu banco de um aparelho celular já que o golpe somente é possível se houver uso de ligação fixa”, concluiu a autoridade policial.




Botão Voltar ao topo