Congresso Brasileiro de Magistrados terá início nesta quinta-feira em Maceió

Nesta quinta-feira (24), terá início, na capital alagoana, o maior evento da magistratura nacional, o XXIII Congresso Brasileiro de Magistrados, que acontecerá até sábado (26), no Centro Cultural e de Exposições Ruth Cardoso. Com o tema central “A politização do Judiciário ou a judicialização da política?”, o evento deve reunir centenas de juízes, desembargadores e ministros dos Tribunais Superiores.

O Congresso é uma realização da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), em parceria com a Associação Alagoana de Magistrados (Almagis), e visa promover o aprimoramento do Poder Judiciário. A programação científica conta com nomes de grandes juristas do cenário nacional, tendo a presidente e o vice-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lucia e ministro Dias Toffoli, como palestrantes. Toda a programação pode ser conferida no site www.amb.com.br/cbm2018.

O presidente da AMB, Jayme de Oliveira, explicou que o evento é realizado a cada três anos, e tem fundamental importância científica. “Iremos congregar grandes expositores para debater assuntos e propostas concretas ao aperfeiçoamento do Poder Judiciário brasileiro”, ressaltou.

O presidente da Almagis, Ney Alcântara, falou da realização do evento em Alagoas e da contribuição para a carreira. “Estamos tendo a honra de organizar essa edição junto com a AMB. Temos certeza de que será um ganho para Maceió, abrindo portas para outros grandes eventos. E, para a magistratura, será uma ótima oportunidade de discutir temas relevantes da atualidade, para o aprimoramento e modernização da carreira”, frisou.

O presidente do conselho deliberativo da Almagis, José Lopes Netto, destacou a estrutura de Maceió para realização do evento. “Maceió tem capacidade e estrutura para receber os magistrados e familiares. Tenho certeza de que será um evento marcante tanto para o nosso estado quanto para magistratura brasileira”, disse ao ressaltar que o Centro de Convenções pode receber quatro mil pessoas e a rede hoteleira conta com 16 mil leitos.

Artigos relacionados