Coluna: Festival Varilux de Cinema Francês é destaque da semana

Existe uma melhor e mais democrática maneira de viajar pelo mundo do que a partir da poltrona de uma sala de cinema? Filmes falam todas as línguas e dialogam com diversos gêneros: basta escolher no cardápio!

O convite essa semana é um mergulho nas produções inéditas do país que respira cinema: a França.

Festival Varilux de Cinema Francês, o público pode ver filmes franceses recentes que chegam em primeira mão no Brasil.

Festival de Cinelma Varilux – Divulgação

No Festival Varilux de Cinema Francês, o público pode ver filmes franceses recentes que chegam em primeira mão no Brasil. Entre os 20 filmes exibidos em 50 cidades brasileiras ocupando 92 salas de cinema, obras que fizeram sucesso de bilheteria e coroadas com premiações de peso nos festivais de Cannes e Veneza.

Para quem gosta de filmes sobre superação, indico o belíssimo O Próximo Passo. Na trama conhecemos a jovem bailarina Elise, uma verdadeira promessa no mundo da dança. Mas o que fazer quando Elise descobre a traição do namorado e sofre um acidente durante uma apresentação? A partir desse ponto a personagem trava uma luta em busca de sua recuperação, mesmo desacreditada por especialistas. O próximo passo é um filme moderno, impecável e fala de coragem, de amizade. Uma boa pedida para os fãs do sucesso dos anos 80, o americano Flasdance. Uma curiosidade: dirigido pelo cultuado Cédriv Klapisch, O Próximo Passo está no ranking como o terceiro filme mais visto na França, somando mais de um milhão de espectadores.

Lembrando que o festival vai até o dia 06 de julho  e todas as informações sobre a programação, compra de ingressos, estão no próprio site do festival. 

O Próximo Passo é destaque do Festival Varilux de Cinema Francês.

O Próximo Passo é destaque do Festival Varilux de Cinema Francês. – Divulgação

Novo filme brasileiro nas telonas

Uma dica de um filme nacional que também está em cartaz nos cinemas, é o filme As Verdades. O longa é protagonizado por Lázaro Ramos e Bianca Bin, que ganha nas mãos do diretor José Eduardo Belmonte  (conhecido pelos filmes  Alemão 1 e 2) , uma tônica  provocadora que suscita um debate pertinente: a banalização da violência no Brasil.

Na obra de Belmonte, Josué, interpretado por Lázaro Ramos, é um delegado que retorna a sua cidade natal e reencontra um amor do passado, Francisca , interpretada por Bianca Bin. Mas o que Josué não imaginava é que ela estava noiva de um político que sofre um atentado e que ele terá que se envolver em uma investigação repleta de pistas incertas.

Baseado em no conto  japonês Dentro De Um Bosque, adaptado para o cinema pelas mãos de Akira Kurosawa nos anos 50 , As Verdades é um thriller surpreendente, que mostra várias versões de um mesmo crime, com interpretações brilhantes além de Lázaro Ramos,  de Thomás Aquino, Bianca Bin e Drica Moraes.

*Anna Karina de Carvalho é jornalista e comentarista de cinema

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo