Cidade que lidera vacinação em AL exige respeito e diz que só vacina quem mora no local

Santa Luzia no Norte, que aparece no topo da vacinação contra a Covid-19, como a cidade alagoana que  mais tem alcançado a menor faixa etária, inicia nesta terça-feira, 20, a vacinar  pessoas acima dos 24 anos. “Proporcionalmente o nosso município vem liderando em Alagoas e é apontado como o 5º no Brasil, com o maior volume de aplicação da vacina por faixa etária” assegura o prefeito Márcio Lima, dando conta que vem se deparando com uma situação crítica, visto que algumas pessoas estão usando as redes sociais, na intenção de difamar com notícias caluniosas os trabalhos que estão sendo executados pela sua equipe de Saúde.

“Nossa cidade tem se destacado como a primeira em Alagoas  a atingir a menor faixa etária por idade a ser vacinada, sobretudo, cumprido a risca, todo  protocolo estabelecido pelo Ministério da Saúde” é o que revela a secretária municipal de Saúde, Cláudia Gomes.  Ela disse que existe um clima de insatisfação por muitos, onde  estão aparecendo casos de pessoas que se deslocam de outros municípios tentando ser vacinadas em Santa Luzia do Norte, desses; muitos deixaram de morar naquela cidade há anos.

Cláudia Gomes sustenta que todos os moradores estão sendo vacinados sem nenhum problema, desde que estejam com a documentação exigida, cuja campanha vem sendo adotada  com técnica e muita  seriedade.  A gestora diz que para ser vacinado é  preciso  apresentar os documentos  de CPF, RG, comprovante de residência e prescrição médica.

Agentes da Saúde do município revelam que os opositores estão tirando proveito, a fim de relatar com postagens nas redes sociais, fatos inverídicos de que nem todo mundo está sendo vacinado. “Precisamos ter pelo menos um pouquinho de sensatez e respeito ao próximo, pois um  tipo de reportagem publicada  num determinado site de notícias  é nojenta e em nada contribui” desabafou o prefeito Márcio Lima

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo