Caso Raniel: Padrasto do menino é preso por suspeita de estupro de vulnerável

A Polícia Civil prendeu nesta segunda-feira (21), Vitor Oliveira, padrasto do menino Rhaniel Pedro, que foi encontrado morto no dia 13 de maio, no Clima Bom. Segundo informações da polícia, o homem foi preso por suspeita de estupro de vulnerável. A vítima seria uma menina de 12 anos, prima do menino Rhaniel.

A prisão foi confirmada pelo delegado Ronilson Medeiros. “Foi uma operação conjunta da Delegacia de Homicídios com a Delegacia da Criança. Acabamos de executar a prisão. Essa investigação [do caso Rhaniel] está com o doutor Bruno (Emílio), mas foi justamente o desdobramento da investigação”, explicou Medeiros.

Segundo o delegado, Oliveira foi preso em casa, no Clima Bom, e negou que tenha estuprado a menina, mas admitiu que enviou uma mensagem de teor sexual para ela por meio de um aplicativo.

“Ele confessa que já mandou um Whatsapp para a menina chamando para “coisar”, para não falar um termo chulo. Mas disse que se arrependeu e que não fez nenhuma execução e nem a estuprou”, relatou o delegado.

O suspeito foi preso pelas equipes da Polícia Civil e está sendo levado para a Delegacia de Crimes Contra a Criança e o Adolescente em Maceió.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo