Café da manhã marca Dia do Gari no Benedito Bentes

Trabalhadores e trabalhadoras que cuidam das ruas do bairro Benedito Bentes participaram de um café da manhã nessa sexta-feira (14), e puderam comemorar antecipadamente o Dia do Gari, celebrado todo dia 16 de maio. O grupo com cerca de 15 pessoas seguiu todas as normas de segurança impostas pela pandemia durante a confraternização, enquanto conversava sobre a rotina diária.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A homenagem em forma de quitutes foi concedida pelo vereador Siderlane Mendonça (PSB), que sempre enfatizou a importância do árduo trabalho de limpar áreas públicas. “Sabemos que o dia-a-dia não é fácil, mas o que queremos aqui é destacar que graças a eles nossa cidade fica mais bonita e bem cuidada”, disse o vereador.

O mais experiente do grupo é José Carlos dos Santos Silva. Dos 49 anos de vida, 18 são como gari. “Eu gosto muito do que faço porque entendo que é importante, ainda que muita gente ache que não é nada demais”, disse com os olhos sorrindo por trás da máscara.

Outro trabalhador, Antônio João Rodrigues, de 48 anos e 16 na mesma função, fez um pedido. “Quando você vir alguém varrendo a rua, não despreze o trabalho dessa pessoa. Tem gente que faz questão de demonstrar que sente nojo e isso magoa”, desabafou Antônio.

Única mulher gari do grupo, Maria Horácio Alencar, de 50 anos, explicou que a função lhe ensinou que educação nem sempre vem com grau de instrução. “Já vi gente jogando lixo de dentro de carro importado e também já ouvi que jogam lixo na rua pra gente continuar trabalhando, como se sujar fosse um favor”, falou Maria.

José Carlos mora no conjunto Moacir Andrade, Antônio João no conjunto Freitas Neto e Maria Horácio no conjunto Paulo Bandeira. Todos eles fazem parte do Benedito Bentes. “É como se a gente cuidasse do quintal da nossa casa”, assegurou Antônio, enquanto pegava seu material de trabalho para voltar às ruas junto com seus companheiros.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo