Cabo Bebeto pede que seja cassada concessão para transporte público da empresa Veleiro

O deputado Cabo Bebeto (PTC) usou a palavra durante a plenária desta terça-feira, 27, para novamente cobrar do Governo do Estado e da Agência Reguladora de Serviços (Arsal) providências quanto à concessão das linhas intermunicipais das empresas Veleiro Transportes e Turismo Ltda e Auto Viação Veleiro, e o descaso das ações trabalhistas sofridas por seus funcionários e ex-funcionários.

Segundo o parlamentar, a concessão para o serviço de transporte já se venceu e, até o momento, não foi aberta licitação para escolha de nova empresa, mesmo diante do pedido já formalizado pela prefeitura de Rio Largo. Cabo Bebeto questionou o “silêncio” do Governo do Estado e do município de Maceió quanto à proteção dos empresários e não dos trabalhadores que estão pagando caro pela irresponsabilidade e o desleixo tanto da Veleiro quanto do poder público. “Peço que cancelem, imediatamente, a concessão da Veleiro e permitam que outra empresa possa assumir essas linhas, devolver os empregos aos funcionários e oferecer um serviço de melhor qualidade aos alagoanos”.

Hospital Metropolitano

Ainda durante a sessão ordinária, o deputado falou que continua a receber denúncias de prestadores de serviço do Hospital Metropolitano da capital, nas quais afirmam que foram contratados para atuar durante um período de seis meses e que, passados apenas quatro, já foram chamados para assinar o desligamento, sob a alegação de que teriam de esperar a unidade reabrir com novo perfil. Além disso, destacou cabo Bebeto, os profissionais teriam recebido valores menores do que os que têm direito. “A coordenação do hospital disse que iria entrar em contato com cada um, individualmente, para saber o valor que havia faltado e que iriam analisar, porém não deram uma data para concretizar o ressarcimento. Estão, mais uma vez, ’empurrando com a barriga’, o que é normal, nessa gestão, não se cumprir prazos”, disse.




Botão Voltar ao topo