‘Bolsokid’: filho mais novo de Bolsonaro atrai fãs com transmissão de games


Único filho homem do presidente Jair Bolsonaro que ainda não entrou na política, Renan Bolsonaro, de 20 anos, parece ter o mesmo apreço pelas redes sociais que seu pai e seus irmãos. Mas em vez de falar de política, o foco de Renan é videogame. O garoto tem colecionado fãs transmitindo ao vivo partidas de League of Legends (LoL), um dos jogos mais populares do mundo, cujas partidas chegam a demorar cinco horas, e adotou o apelido de “Bolsokid”.

Renan tem contas em todas as principais redes sociais, inclusive no Twitch, uma plataforma de transmissões de vídeos ao vivo. No Youtube, ele trata com bom humor a relação com o presidente da República. “Filho do Bolsonaro joga LoL?” é o título de um vídeo, uma edição de “melhores momentos” dos seus jogos.

Além de adotar o apelido “BolsoKid”, Renan se apresenta com um avatar, um desenho em que ele é um personagem que sempre usa terno azul e gravata preta. Em novembro de 2018, ele foi fotografado com esses trajes ao lado dos irmãos Eduardo e Flavio numa cerimônia no Supremo Tribunal Federal (STF) com o ministro Dias Toffoli.

Em geral, Renan joga LoL em grupo com amigos, que formam o clã “Liga dos Mitos”.

Nos poucos vídeos não dedicados ao LoL, comenta questões com seguidores em tempo real, assiste a vídeos de humor – como a série “Zumbis em Brasília” – e joga outros jogos. A uma transmissão no último dia 7, em que disputa uma partida do jogo de tiro Counter Strike, deu o nome “Fuzilando a Petralhada do CS”. Em 3 de setembro, Bolsonaro usou essa frase durante um ato de campanha em Rio Branco, no Acre, enquanto segurando um tripé de uma câmera como se fosse uma arma.

Apesar do nome do vídeo, Renan não faz nenhum comentário político durante os três minutos e meio de sua participação no jogo, diz o Extra.

O Youtuber Gabriel Pimenta – apelido Pimpimenta – jogou uma partida de LoL com Renan em novembro do ano passado. Gabriel é um dos maiores youtubers com foco no jogo no Brasil. O vídeo “Joguei Duo com Renan Bolsonaro, talkei?” alcançou 400 mil visualizações. “Duo” é quando ambos estão no mesmo time em uma partida. Gabriel conta que até então não conhecia Renan.

— Não nos conhecíamos, um dia estava no Instagram e vi que ele me seguia, uma galera também havia pedido para jogar com ele. Um dia chamei e foi muito massa! Gostei muito de jogar com o Renan, ele é muito gente fina e engraçado, mas ele passa um pouquinho de fome com o Maokai Suporte kkkk — conta o youtuber.

“Passar fome” na linguagem do jogo é não jogar bem, Maokai é um dos personagens e Suporte é uma das funções que o jogador cumpre na partida.

Nessa movimentação pelo mundo virtual, Renan joga também Spore, um jogo em que você acompanha a evolução de uma espécie e se diverte com um ser animado que parece um Minion – da série de filmes “Meu Malvado Favorito”. Ali, dá ao planeta o nome “Bolsominion”, apelido que ganharam os eleitores de seu pai.

No jogo, ele se diverte com as formas nada convencionais do boneco.

Em outros vídeos, Renan faz revelações mais pessoais. Diz que o pai é “mão de vaca” e atribui a ele o fato de não ter ainda o Grand Theft Auto (GTA), game em que o jogador assume o papel de assaltantes e matadores. Também reclama que não tem “um bom editor de vídeo”.

Renan já tem um pequeno fã-clube. No Instagram, são 138 mil seguidores. Em uma conta, o FC Bolsonaro Jr., exalta fotos do rapaz. Renan não deixa como pública a informação se namora ou não.

Ainda longe da política, o caçula entre os filhos homens do presidente estuda Direito na Universidade Estácio de Sá, no Rio. A caçula do presidente é Laura, de 8 anos, fruto do casamento com a primeira-dama Michelle. Flávio, Carlos e Eduardo são filhos de Bolsonaro com a primeira esposa, Rogéria.

A mãe de Renan foi a segunda mulher de Bolsonaro, Ana Cristina Valle. A separação resultou em briga judicial. Ana Cristina chegou a dizer que Bolsonaro tinha renda e patrimônio não declarados, mas depois voltou atrás e alegou ter ter mentido no processo de separação. No processo ela teria dito ao Itamaraty que foi ameaçada de morte pelo ex-marido, e, por isso, teria se mudado para a Noruega. Ambos depoimentos estão registrados, mas Ana Cristina nega.

Numa entrevista ao GLOBO no fim de 2017, Cristina disse que Renan gostava de política e que o tema estava “no sangue”.

Renan tem indicado que gostaria de entrar na política, mas de forma discreta. Repete que a incursão poderia acontecer apenas depois de terminar os estudos. A previsão é que ele se forme em 2021.

Em 2016, Renan filiou-se ao PSC. No ano seguinte, começou a ter uma presença mais pública nas redes sociais, sempre se apresentando como alguém de direita e em acordo com as ideias do pai. E foi ganhando alguns milhares de seguidores. Tem até assessor: um colega de faculdade, Igor Campos, se apresenta como assessor de Renan.

Por ora, ele não deu indicações de que pretende ingressar na carreira política. Recentemente, segundo o portal da revista Veja, usou as redes sociais para ir além dos jogos tecnológicos. “Quem sabe entrar no meio político e seguir uma carreira linda igual o meu pai”, disse, durante uma das transmissões no Twitch.

04/02/2019