BENEFÍCIO SOCIAL: Governo lança maior programa de renda de Alagoas na próxima segunda (1º)

O governador Renan Filho lança, na próxima segunda-feira (01), no Centro de Convenções, às 10h, o Cartão CRIA, o maior programa de transferência de renda de Alagoas, que beneficiará famílias que vivem na pobreza e extrema pobreza e que possuem gestantes ou crianças de até 6 anos de vida e crianças portadoras da síndrome congênita por zika vírus, também com 6 anos. A ação faz parte do Programa Criança Alagoana (CRIA), criado pelo Estado para garantir o desenvolvimento integral da primeira infância.

O Cartão CRIA será um auxílio financeiro pago mensalmente, através da Caixa Econômica, e que deverá ser destinado a compras de alimentos para garantir mais qualidade nutricional para gestantes e crianças. Neste primeiro momento, já foram cadastradas 9 mil famílias, com gestantes em sua composição, as quais já começarão a receber o benefício a partir de fevereiro.

De acordo com a Secretaria de Estado de Assistência e Desenvolvimento Social (Seades), gestora do cartão, o Governo do Estado quer alcançar cerca de 140 mil famílias cadastradas até o final de 2021.

Os novos cadastros já estão em andamento em todos os municípios e as famílias que têm grávidas e crianças devem procurar os Centros de Referência e Assistência Social (CRAS) munidas da documentação exigida.

Para a coordenadora do Programa CRIA, a primeira-dama Renata Calheiros, Alagoas dá início a um novo tempo, ao voltar o olhar de políticas públicas para a primeira fase da vida dos alagoanos. “O propósito do CRIA é fazer uma transformação social, dando condições para o desenvolvimento integral das crianças. Estamos falando em resultados em longo prazo, mas com ações sólidas para o rompimento do ciclo de pobreza”, explicou a primeira-dama.

Condicionalidades – A concessão do auxílio garantirá que as gestantes mantenham o pré-natal em dia e as crianças estejam com o cartão de vacina atualizado.

“O Cartão CRIA trará um impacto muito positivo ao desenvolvimento da primeira infância em Alagoas pois promoverá a melhoria de uma série de indicadores de assistência e saúde, por meio do cumprimento das condicionalidades para permanência das famílias beneficiadas”, afirmou o secretário de Assistência Social, Silvio Bulhões.

Além dos fatores de saúde, o auxílio possibilitará que as famílias gerem renda no próprio município. Os alimentos serão comprados em mercados e feiras, dando a opção de se adquirir produtos mais frescos e de época, dentro da oferta de cada região. Parte do benefício pode ser gasta com produtos de higiene pessoal para os bebês e crianças.

Histórico – O CRIA foi lançado em 2017, ainda como projeto-piloto, na cidade de Murici, e um ano depois estava presente em outros cinco municípios. Neste período, várias ações aprimoraram os cuidados do Poder Público com a primeira infância, como a construção do Hospital da Mulher e de casas de parto humanizado; a realização do Circuito do CRIA; construções de espaços lúdicos em CRAS e UPAs (Unidades de Pronto Atendimento); realização de visitas domiciliares e o Projeto Telas, que incentiva as crianças ao gosto pela arte.

No final do ano passado, o Governo do Estado assinou a ordem de serviço para construção da primeira Praça CRIA, em Pilar, que foi projetada para receber crianças na idade da primeira infância e que será replicada em vários municípios. Também foi assinada a ordem de serviço para construção do Hospital da Criança, que será entregue ainda em 2021, e será um marco para a garantia da saúde das crianças.

As ações do CRIA trazem para Alagoas resultados importantes, como a redução das mortalidades maternas e infantil, ampliação das concessões de benefícios para gestantes, cobertura vacinal, entre outros trabalhos nas áreas de saúde, educação e assistência.

Este ano, o Estado foi destaque nacional em incluir no seu Plano Plurianual (PPA) o investimento na primeira infância.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!