BATE NA TRAVE! CSA empata com o Náutico em 1 a 1 e não consegue acesso à Série A

O CSA não conseguiu vencer o Náutico, ficou no 1 a 1. Além disso, o Juventude fez a sua parte e venceu o Guarani, o que selou a permanência do Azulão na Série B de 2021. Durante o jogo, o time pernambucano foi superior e atrapalhou ainda mais os planos azulinos.

A partida

O CSA começou o jogo pressionando a defesa do Náutico. Logo aos 4 minutos, Yago recebeu de frente para o gol e bateu no canto. Melhor para o goleiro Anderson, que não deu rebote. Aos 7 minutos foi a vez de Gabriel, sem equilíbrio, bater e obrigar o goleiro pernambucano a fazer mais uma boa defesa.

O Náutico respondeu com bola aérea, mas sem perigo para o gol de Matheus Mendes. Depois dos 20 minutos, o Timbú começou a se ajustar em campo, dificultando a criação do CSA e chegou mais ao ataque, mas sem assustar muito.

Mas aos 38 minutos, Eric invadiu a área, passou pelo Diego Renan e colocou no canto direito do goleiro azulino para abrir o placar. O gol fez o CSA despertar, mas não deu tempo de correr atrás do resultado.

Na segunda etapa, o CSA entrou mais ligado, mas não tava conseguindo chegar com perigo. Por isso, Mozart colocou Pedro Lucas e Pedro Júnior no jogo, para ir para o tudo ou nada. E em menos de três minutos, Pedro Lucas deixou tudo igual. Nadson deu “meio gol”, deixando o atacante na cara do gol. Ele driblou o goleiro Anderson e mandou para o fundo das redes.

Depois do gol, o Azulão começou a se comportar como uma equipe que estava buscando o acesso. Se lançou ao ataque e começou a pressionar. Já o alvirrubro encontrou dificuldades para criar.

No final do jogo, o Náutico começou a chegar ao ataque e perdeu uma grande chance com Jorge Henrique que parou num verdadeiro milagre de Matheus Mendes. Faltou capricho para vencer o jogo.

O CSA, além de não vencer, contou com a vitória do Juventude por 1 a 0 sobre o Guarani e não conseguiu o acesso à Série A. O time marujo terminou a competição na quinta colocação, com 58 pontos.

Equilíbrio

O título da Série B ficou com a Chapecoense, que venceu Confiança por 3 a 1, com gol de pênalti no último minuto, marcado por Anselmo Ramon. A chape ficou à frente do vice, América-MG, apenas no saldo de gols. Juventude e Cuiabá fecharam o G-4. Já os rebaixados para a Série C foram Figueirense, Paraná, Botafogo-SP e Oeste.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!