AUMENTO NA CONTA DE LUZ: conheça os vilões do consumo de energia

Uma das queixas dos brasileiros durante a pandemia está sendo o valor da conta de luz. Além do aumento do consumo por ter mais pessoas em casa, há suspeitas de falhas nas cobranças realizadas pelas distribuidoras de energia.

Em São Paulo, por exemplo, o Procon já recebeu mais de 40 mil reclamações de consumidores sobre essa questão. Tal volume fez com que o Ministério Público abrisse uma investigação para analisar essa situação.

Por outro lado, é preciso estar atento aos “vilões do consumo de energia”. Isso porque certos eletrodomésticos impactam na conta de luz no fim do mês. Conheça alguns deles:

Geladeiras e Refrigeradores

Mesmo sendo essenciais, as geladeiras e refrigeradores podem consumir energia além do esperado. No caso, por estarem sempre ligados, esses eletrodomésticos usam entre 30 kWh e 200 kWh ao mês.

Segundo especialistas, isso pode representar entre R$ 205 e R$ 340 ao longo de um ano. Portanto, certos cuidados como verificar se a porta está fechando corretamente e ajustes no termostato ajudam a controlar o gasto de energia.

Micro-ondas

Assim como as geladeiras, os micro-ondas costumam estar sempre ligados na tomada. Surpreendentemente, apenas deixar esse eletrodoméstico em stand-by, com as luzes do painel ligadas, pode consumir até 35 kWh ao mês.

Conforme as pesquisas, o tempo de uso desse aparelho é em média de apenas 20 minutos por dia. Logo, a dica é plugá-lo na energia somente quando for esquentar uma refeição.

Umidificadores de Ar

Aparentemente inocentes, os umidificadores de ar também são vilões da conta de luz. Ao manter esse aparelho ligado todos os dias por 24 horas, ele vai utilizar cerca de 160 kWh no fim do mês.

Por isso é recomendado o uso consciente. Por exemplo, deixe portas e janelas fechadas ao ligar o aparelho. Bem como, desligá-lo quando o ambiente estiver bem aclimatado.

Chuveiros Elétricos

Em segundo lugar na lista de vilões da energia, um chuveiro elétrico simples de 3500 W pode usar cerca de 70 kWh no mês. Isso vai resultar em cerca de R$ 40 a mais na conta de luz, conforme os cálculos de especialistas.

Mais uma vez, a recomendação é o uso consciente. Portanto, reduzir o tempo no banho ajuda a economizar energia e água. Além disso, os usuários devem dar preferência para modelos com o Selo Procel de Economia de Energia.

Ar Condicionado

Sem dúvidas, o ar condicionado é o principal vilão desta lista. Mesmo os modelos mais modernos podem consumir entre 200 kWh a 1,8 mil kWh mensalmente. Assim, o uso diário de apenas um aparelho pode representar cerca de R$ 110,00 na conta de luz.

Além de adquirir aparelhos com o Selo Procel, é preciso manter a manutenção deles. Por exemplo, sempre solicitar que um técnico verifique o funcionamento dos motores, a limpeza dos filtros e se ele está isolado adequadamente.

Ao monitorar esses vilões da conta de luz, é possível reduzir bastante o consumo de energia. Logo, mesmo com os possíveis erros das distribuidoras, seu lar terá uma economia mais eficiente.




Botão Voltar ao topo