Audiência discutirá implementação da Política Nacional de Defesa

Christiano Antonucci/Secom-MT
Segurança pública - armas - munição - revólver - polícia
Comissão vai ouvir representantes da indústria nacional de defesa

A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional da Câmara dos Deputados realiza na terça-feira (7) audiência pública para discutir, com representantes da indústria nacional de defesa, a implementação da Política Nacional de Defesa, da Estratégia Nacional de Defesa e do Livro Branco de Defesa.

O deputado Claudio Cajado (PP-BA), que solicitou a reunião, vai colher subsídios para elaboração de parecer sobre esses documentos, a ser apresentado à Comissão Mista de Controle das Atividades de Inteligência (CCAI) do Congresso Nacional. Cajado afirma que “a indústria nacional de defesa é um segmento indispensável no contexto da PND, da END e do LBD, além de ser um polo indutor do desenvolvimento econômico do País”.

Entre os convidados para o debate estão os diretores-presidentes de duas estatais: da Empresa Gerencial de Projetos Navais (Emgepron), Edesio Teixeira Lima Junior; e da Indústria de Material Bélico do Brasil (Imbel), Aderico Pardi Mattioli. Também  serão ouvidos representantes das empresas Taurus Armas S/A, Companhia Brasileira de Cartuchos (CBC), Avibras, Embraer, Iveco e Avionics.

A audiência está marcada para as 14h30, no plenário 11.

Ciclo de debates
Claudio Cajado ressalta que a audiência desta terça-feira será a terceira sobre o tema neste ano. Na primeira audiência, em 27 de outubro, foram ouvidos o ministro da Defesa, general Braga Netto, e os comandantes da Marinha, do Exército e da Aeronáutica.

“Na oportunidade, pudemos avaliar o tema sob a ótica dos militares, daqueles que operam efetivamente a política de defesa, que a colocam em prática e conhecem as oportunidades e os desafios que se apresentam para que o País possa contar com Forças Armadas cada vez mais preparadas para salvaguardar a soberania nacional”, disse o deputado.

Na segunda audiência, em 17 de novembro, a comissão ouviu estudiosos do tema, “aqueles que contribuem com a formação do pensamento nacional de defesa”, segundo explicou Claudio Cajado.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo