Assinatura dos contratos do empréstimo internacional as usinas ocorrerá em julho

CANAVIAL

A expectativa dos fornecedores de cana alagoanos quanto a liberação do empréstimo internacional captado pelas usinas junto a banco de crédito suíço, ainda continua. De acordo com o presidente da Asplana, Edgar Filho, a assinatura do contrato entre o banco e as tradings foi marcada para o próximo dia 15 de julho. A operação de crédito foi viabilizada também para os demais estados nordestinos produtores de cana.

“Os recursos só deverão ser liberados nas próximas semanas com os fornecedores recebendo das usinas o dinheiro pela cana vendida nas safras passadas”, declarou o líder dos fornecedores de cana de Alagoas.

O recurso, além de ser aplicado na recuperação dos canaviais e de maquinários, também servirá para quitar débitos com os fornecedores de cana e de insumos, renovando as esperanças e dando um novo fôlego ao setor sucroenergético alagoano e nordestino.

A operação de crédito de U$ 500 milhões obtidos junto ao Credit Swiss Bank tem como garantia a antecipação do recebimento das cotas preferenciais de exportação do Brasil aos Estados Unidos via Fundo de Garantia à Exportação (FGE).

Segundo Edgar Filho, mais de 90% dos fornecedores do Estado são pequenos produtores rurais, moendo por safra, em média, mil toneladas de cana. De acordo ele, os débitos das unidades agroindustriais canavieiras junto aos fornecedores chegam a quase R$ 250 milhões.

Edivaldo Junior