Advogado acusado de tentar matar empresário é julgado no Fórum de Maceió

ca685133-93ce-4432-8f01-d1348b7d0f61

Réu e vítima moravam no mesmo prédio e teriam se desentendido por vaga de garagem

No início da tarde desta quarta-feira, 25, o juiz Helestron Costa está conduzindo o julgamento do advogado  Anthony Silva Sampaio de Melo, acusado de tentar matar o empresário Antônio José Acioly Maciel, no dia 8 de maio de 2011. A tentativa de homicídio aconteceu na garagem do edifício onde o réu e a vítima moravam, no bairro da Pajuçara.

Em seu depoimento, a vítima, ao falar sobre a atitude do acusado destacou que  “ele (Anthony Silva) de fato tentou me matar. Só parou de atirar porque não tinha mais balas. Hoje, quando eu me deito, não consigo dormir direito porque vejo uma pistola apontada para mim. Fiquei com medo de ser morto porque eu sei que a intenção dele era me matar”, ressaltou Antônio Maciel.

O empresário, de 70 anos, foi atingido por oito tiros e passou por 15 intervenções cirúrgicas. Antônio Maciel disse que foi atingido por oito tiros e precisou passar por 15 cirurgias.

A vítima disse ainda que “não foi só a dor física, mas também a pressão psicológica. Lembro que fiquei deitado com a perna estilhaçada e recebendo outros tiros. Se tivesse mais bala, provavelmente, ele teria continuado. Achei que ia morrer. Não era meu dia”, disse a vítima do atentado.

Com o atentado, Antônio Maciel contou que perdeu 38 quilos durante o tratamento – na época, o empresário tinha 89 kg, depois do atentado ficou com 51kg e teve várias sequelas.

Dentre as lesões permanentes ocasionadas pelo atentado, a vítima afirma que hoje tem várias lesões. “Tenho uma lesão na perna direita, que dificulta meu andar e ficar de pé por mais tempo, tenho 30% da função renal, perdi 3,5 metros de intestino, o que dificulta a absorção de alimentos, aumenta o apetite e devido à dificuldade de esticagem, passei a ir ao banheiro com mais frequência. Eu não sou 40% do homem que eu era. Antes, eu fazia academia, tinha uma vida normal. Hoje eu vivo com uma série de limitações”, detalhou o empresário.

O caso

A briga entre vizinhos teria se originado por causa de vagas na garagem do prédio onde moravam. Após um desentendimento entre Anthony Sampaio deflagrou mais de dez tiros contra o empresário Antônio Maciel. Anthony Sampaio confessou o crime, mas disse ter agido em legítima defesa.

O réu foi pronunciado em setembro de 2012 e será julgado por tentativa de homicídio qualificado.

Cada Minuto

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *