A PSICOLOGIA! Psicóloga Mayana Sérgia se reuni com o vice-prefeito Ronaldo Lessa e trata da saúde mental dos trabalhadores.

A psicóloga Mayana Sérgia , mencionou diante da reunião os fatores de risco psicossociais do trabalho (FRPT) são definidos como aquelas características do trabalho que funcionam como estressores, ou seja, que implicam grandes exigências do posto de trabalho, combinadas com recursos insuficientes internos do trabalhador para o seu enfrentamento. Os FRPT podem ser também entendidos como as percepções subjetivas que o trabalhador tem (exigências das características físicas da carga, da personalidade do indivíduo, das experiências anteriores e da situação social do trabalho) dos fatores de organização do trabalho: carreira, cargo, ritmo, ambiente social e técnico.

A incapacidade laborativa pode ser compreendida, de acordo com a Resolução do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS /DC nº. 10, 1999), como a impossibilidade do desempenho das funções específicas de uma atividade (ou ocupação), em conseqüência de alterações morfopsicofisiológicas provocadas por doença ou acidente. No serviço público Municipal de Maceió, conforme previsão legal , a incapacidade para o trabalho gera a concessão de licença para tratamento de saúde (LTS), restrição de tarefas, readaptação, remoção, aposentadoria e acidente em serviço. Finalizou a psicóloga Mayana Sergia da preocupação dos fatores psicossociais, Saúde ocupacional, Doenças ocupacionais, Stress ocupacional e Qualidade de vida no trabalho.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!