21,7% das matrículas no ensino superior do país estão concentradas na região Nordeste

A região Nordeste é composta de nove estados, com 42 mesorregiões, 1.794 municípios e 57 milhões de habitantes. Em 2019, a região registrou aproximadamente 1,87 milhão de matrículas no ensino superior, sendo 1,42 milhão em cursos presenciais e 452 mil na modalidade EAD, representando 21,7% das matrículas do país, a segunda maior região em números de estudantes do ensino superior atrás do Sudeste.

Mais uma vez, as matrículas presenciais na região apresentaram queda em relação ao ano anterior, 2,5%. Em compensação, a modalidade EAD registrou incremento de 29,6%. Bahia (24,0%), Ceará (17,0%) e Pernambuco (15,8%) lideram o número de matrículas na região. Sergipe é o estado com menor representatividade de matrículas do Nordeste, 4,4%.

Apenas dois estados da região Nordeste possuem taxa de escolarização líquida (que mede o percentual de jovens de 18 a 24 anos matriculados no ensino superior em relação ao total da população da mesma faixa etária) acima da média do Brasil (18,1%): o Piauí (20,8%) e Paraíba (19,3%).

A região possui 594 instituições de ensino superior que ofertam cursos presenciais e 159, cursos EAD (eram 132 em 2018, crescimento de 20,5%).

ALAGOAS

Alagoas representa apenas 1,2% do número total de matrículas no ensino superior em relação à média do país. É o que aponta o Mapa de Ensino Superior no Brasil, elaborado pelo Instituto Semesp. Em comparação com a região Nordeste, esse percentual sobe para 5,7%. O mesmo estudo afirma que, em 2019, 66,2% das matrículas totais (presencial e EAD) do estado foram realizadas em instituições privadas e 72,9% delas em cursos presenciais.

No estado, 31 IES (Instituto de Ensino Superior) ofertam cursos presenciais e 51, EAD, um dos poucos que possui mais instituições de ensino ofertando ensino à distância do que cursos presenciais. O número desse tipo de Instituto cresceu 24,4% em relação a 2018, quando 41 delas ofertavam EAD.

Em 2019, 26,9 mil pessoas concluíram o ensino médio, e o estado de Alagoas registrou 107 mil matrículas no ensino superior: 78,1 mil em cursos presenciais e 29,1 mil na modalidade EAD. 66,2% das matrículas totais (presencial e EAD) do estado estão em instituições privadas. Em relação às modalidades, 72,9% das matrículas são em cursos presenciais.

Conforme o levantamento, Alagoas possui taxa de escolaridade entre jovens de 18 a 24 anos matriculados no ensino superior em relação ao total da população da mesma faixa etária de 13,8%, uma das menores do país. Do total de alunos do ensino superior no estado, 49,4% têm até 24 anos.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo