DIRETO DE BRASÍLIA! Marx Beltrão destaca MP e reafirma defesa do Programa do Leite em Alagoas

O deputado federal Marx Beltrão (PSD) ressaltou nesta segunda-feira (4) a importância da Medida Provisória (MP) 957 para a agricultura familiar e, mais especificamente, para uma ação fundamental de apoio aos criadores, agricultores e comunidades carentes: o Programa do Leite. O texto da MP abre crédito extraordinário de R$ 500 milhões para o Ministério da Cidadania aplicar em segurança alimentar e nutricional. O dinheiro vem do orçamento da seguridade social. Parcela destes recursos será investida no Programa. Marx foi um dos porta-vozes no Congresso Nacional em defesa da edição da MP por parte do presidente Jair Bolsonaro.

“Fico muito feliz que, após muito trabalho e cobranças, o governo federal tenha atendido nosso pleito de aportar investimentos nesses programas sociais tão importantes, que criam renda para os agricultores familiares e levam comida à mesa dos que mais precisam. Muitos já estavam desesperados diante da escassez de recursos e da possibilidade de interrupção dessas ações. O Programa do Leite tem uma importância imensa, principalmente em Alagoas. Agora, com esta MP, vamos lutar para que o Programa seja, enfim, resgatado em nosso estado em respeito a quem produz e a quem precisa de alimento”, afirmou Marx Beltrão.

Como parlamentar e como cidadão, Beltrão tem se destacado como defensor do Programa do Leite, dos pequenos produtores leiteiros do estado e das comunidades atendidas pela ação. O deputado, que também coordena a bancada alagoana no Congresso Nacional, vem articulando há meses em Brasília o aporte de investimentos nesta iniciativa, seja por meio de requerimentos, seja por meio de pleitos aos mais diversos ministérios, ou ainda por meio de cobranças incisivas no plenário da Câmara dos Deputados.

O Programa do Leite em Alagoas foi criado em 2002 e beneficia mais de 80 mil famílias que vivem abaixo da linha da pobreza nos 102 municípios do Estado. Cada família assistida recebe 4 litros de leite por semana e essa distribuição é feita seguindo os critérios estabelecidos pelo Programa: Indivíduos em situação de insegurança alimentar e nutricionais detentores do número de identificação social NIS, com perfil Bolsa Família e unidades recebedoras. A ação conta com vários parceiros: prefeituras municipais do Estado, Conselho Municipal e Estadual de Assistência social, entre outros, cooperativas de pequenos produtores rurais. O Programa compra o leite de produtores familiares a um preço fixo ao longo do ano. O leite é beneficiado em laticínios contratados e entregue às famílias carentes.

Em fevereiro deste ano, Marx Beltrão participou de reunião com cooperados e com a direção da CPLA (Cooperativa de Produção Leiteira de Alagoas). No encontro, Marx reforçou seu compromisso com a busca por mais investimentos no Programa. “Vamos seguir firmes na luta para assegurar os recursos federais necessários e garantir que esta iniciativa tão importante continue a melhorar a vida das pessoas. Em Alagoas, mais de 80 mil famílias são atendidas e cerca de mil produtores são beneficiados. Defendo que esse é um dos principais programas sociais do nosso estado, pois atende nas duas pontas, quem produz e quem realmente precisa do alimento. O governador Renan Filho também está empenhado neste luta e, juntos, vamos incrementar este Programa”, disse Marx Beltrão na oportunidade.


Botão Voltar ao topo
Fechar