FLAGRANTE – Fábrica clandestina de álcool gel é encontrada em Igaci

Polícia Civil prende donos em flagrante

Foto: PC/AL

Nesta quarta-feira, 25, a Polícia Civil descobriu uma fábrica clandestina de álcool gel no centro do município de Igaci, no Agreste Alagoano. Uma mulher e um homem que se apresentaram como donos do estabelecimento foram presos em flagrante e levados para o Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) da cidade.

Durante ação, coordenada pelos delegados regionais Guilherme Iusten e Josias Lima, com supervisão do gerente de Polícia Judiciária da Região 3, delegado Mário Jorge Barros, os policias apreenderam aproximadamente 2.300 frascos de 200ml (prontos para a venda), 15 mil frascos vazios, 500 litros de etanol e 300 litros de álcool gel fabricados no local, prontos para serem envasados. Os frascos de 200 ml seriam vendidos a R$ 8,50 cada um.

Na fábrica, a polícia também encontrou empregados colocando rótulos e envasando álcool gel feito com álcool comprado horas antes em um posto de combustíveis em Arapiraca.

De acordo com o chefe de operação da 4ª Delegacia Regional de Arapiraca, os donos vão responder pelo crime de falsificação de produto.

Investigação

As prisões e apreensões são resultados de uma investigação realizada pelos policiais civis da 4ª DRP, de Arapiraca, sob o comando do delegado Guilherme Iusten. Eles receberam uma informação de que um homem havia comprado mil litros de álcool em um posto de combustíveis, na zona rural de Arapiraca, às margens da AL-115, sentido Palmeira dos Índios.

Os policiais começaram a investigar para saber o destino do álcool e constaram que o produto tinha sido levado para o município de Igaci. Os agentes, então, descobriram que o material estava em uma fábrica de álcool gel e que havia uma loja às margens da AL-115, próximo a uma escola.

A equipe de investigação contou com o apoio da Delegacia Regional de Palmeira dos Índios, sob o comando do delegado Josias de Lima, e da delegacia de Igaci.