Assembleia indica membros para o Comitê de Gerenciamento de Impactos Econômicos da Crise do Covid-19

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Marcelo Victor, encaminhou ofício ao secretário de Estado da Fazenda, George Santoro, indicando os deputados Antonio Albuquerque (PTB) e Davi Maia (DEM) para compor, como representantes da Casa, o Comitê de Gerenciamento de Impactos Econômicos da Crise do Codiv-19 (coronavírus), com o objetivo de dar suporte às decisões do Poder Executivo.

O Comitê organizará uma agenda de medidas que diminuam os efeitos nocivos à economia decorrentes da crise do coronavírus, com competência extraordinária para acompanhar e avaliar a evolução dos impactos aos diversos setores de economia local, sugerindo medidas necessárias para prevenir, obstar e contê-los.

Compete igualmente ao comitê, a organização de orientações e encaminhamentos relacionados às ações de prevenção, controle e redução das alterações nocivas à realidade econômica, ocasionadas pelos reflexos das medidas sanitárias de isolamento e afastamento social, bem como fechamento de fronteiras, dentre outras que venham a ser adotadas pelo Poder Executivo Estadual e Federal.

A presidência do Comitê ficará sob responsabilidade do Secretário de Estado da Fazenda, a quem será atribuída a competência para conduzir os trabalhos e convocar os demais membros para as sessões. O grupo será composto ainda por representantes do Gabinete Civil, da Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag), da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur), do Banco do Brasil, da Caixa Econômica Federal, do Banco do Nordeste do Brasil, de Bancos privados do Estado e da Agência de Fomento de Alagoas (Desenvolve).

Também integrarão o comitê titulares e suplentes da Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (Fiea), da Federação do Comércio do Estado de Alagoas (Fecomércio), da Associação Comercial de Maceió, do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Alagoas (ABIHAL), da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) e da Associação do Comércio Atacadista e Distribuidor do Estado de Alagoas (Acadeal).