INVERDADES: Ex-prefeito, José Hermes, repudia matéria publicada por Jornal

O ex-prefeito, José Hermes, repudiai matéria publicada pelo Jornal Extra que, ao saber que José Hermes acionou o Conseg (pedido anexo) por ameaças sofridas contra sua pessoa, incluiu em sua matéria fatos que JAMAIS OCORRERAM – como “Viagens” e “Encontros” com a senhora Maria Cleide, merecedora de respeito e consideração e com quem José Hermes mantém relação estritamente institucional sem nenhum outro tipo de interesse como sugere a matéria.

Leia o que motivou o Pedido de José Hermes ao CONSEG – CONSELHO ESTADUAL DE SEGURANÇA PÚBLICA (ANEXO NA ÍNTEGRA):
“… nos últimos dias, foi surpreendido com boatos que seu nome estaria envolvido num relacionamento afetivo com uma significativa autoridade pública do Estado de Alagoas, que inclusive é casada, oportunidade em que chegou a ser interpelado por pessoas vinculadas, até mesmo com relação de subordinação, pelo suposto cônjuge que seria vítima da malfadada infidelidade, fato que passou a gerar grande desconforto e preocupação, primeiro, porque o boato é inverossímil, desprovido da mínima credibilidade, e segundo, porque a mínima circulação de tal notícia poderia servir de motivação para lhe ceifar a vida.

Fica evidenciado o interesse político por parte do Jornal que certamente está publicando matérias pagas sem nenhum escrúpulo, vandalizando a sua própria instituição que, ao se prostituir, figura como mercenária e irresponsável.

Zé Hemes diz em nota:

“O risco tornou-se eminente, posto que, não bastasse ter sido interpelado pessoalmente, como já afirmado, por pessoas de confiança e subordinação com o cônjuge sobre a suposta infidelidade, tal notícia passou a ser propalada por meio de transmissão ilegal (fake news) nas redes sociais (doe. 01), conforme demonstra a impressão do post em anexo, que circulou amplamente na rede de WhatsApp em todo o Estado de Alagoas. A divulgação de tão escandalosa notícia, parece evidente, e diante das circunstâncias já mencionadas, e mesmo com a análise do conteúdo da postagem colacionada, é possível assegurar que o Requerente se encontra em risco eminente de um atentado contra sua vida, cabendo única e tão somente recorrer ao Estado de Direito, já que o uso da violência nunca foi de seu costume ou de sua família, aliás, ao contrário disso, pois já foram vítimas da violência política no município de Canapi/ AL.”

Uma ofensa desta dimensão contra todos os citados além de gerar um desconforto sem precedentes entre os envolvidos, está levando José Hermes a PROCESSAR a Redação do Jornal por calúnia, injúria e difamação, pedindo a retratação e pedido de desculpas publicados, desfazendo a mentira e a agressão pessoal sofridas diante das inverdades publicadas.

O pedido de concessão de segurança que você pode ler em anexo demonstra com clareza que a matéria do jornal extra não condiz com a verdade dos fatos, pois nunca houve por parte de José Hermes nenhuma confissão sobre viagem ou encontro indevido com a Conselheira Maria Cleide, com quem, repetindo, José Hermes mantém relações estritamente institucionais.

O bom Jornalismo deve produzir fatos reais. Mentir e escandalizar moralmente a qualquer indivíduo e a prova de que não tem responsabilidade e nem preza o seu nome junto aos seus leitores. Via de regra, as providências estão sendo tomadas quanto a abertura do Processo.”

PEDIDO