ASSOMAL: A eleição dos oficiais da Polícia Militar

Desde das 08:00 até 17:00 de hoje 10/01/2020, ASSOCIAÇÃO DOS OFICIAIS MILITARES DE ALAGOAS (ASSOMAL), que tem sua sede administrativa na, Av. Assis Chateaubriand, 4518 – Bairro Trapiche –Cep 57010 -070 na cidade de Maceió – AL, o destino do comando da presidência para o triênio administrativo dos associados com o processo de eleição. O processo conta com 2 (duas) chapas registradas com numerações 1 e 2. A chapa 1, tem como candidato a presidente o Ten. Cel. Olegário Paes e seu vice- Cel Carlos Luna, já a chapa 2, tem como candidato a presidente o Maj. Fragoso e o seu vice- Cel. Carlos Antônio.

São considerados Sócios todos os Oficiais da Policia Militar do Estado de Alagoas. São Sócios Patrimoniais todo aquele Policial Militar que ingresse nos Quadros de Oficiais da Policia Militar do Estado de Alagoas e manifeste o desejo de integrar o Quadro Efetivo de Sócios da ASSOMAL. São Sócios Honorários aqueles que, estranhos ao quadro social, mereçam essa distinção em razão dos relevantes serviços prestados ao CLUBE/ ASSOMAL ou prestaram auxílios significativos a esta entidade de classe. São Sócios Beneméritos, aqueles que, pertencentes ao quadro social, tenham prestado benefícios de alta relevância ao CLUBE / ASSOMAL. São Sócios Efetivos, os filhos dos sócios Policiais Militares que tenham completado sua maioridade, 18 (dezoito) anos. São considerados sócios especiais os Cadetes. São Sócios contribuintes todos os civis que desejarem fazer parte do quadro de associados da ASSOMAL. No Art. 47º do Estatuto da associação – Considerar-se – á eleito o candidato que obtiver maioria dos votos.
§ 1º -Em caso de empate na votação, será considerado eleito o candidato mais antigo como sócio e, em igualdade de condições, o mais idoso.
§ 2º – Ocorrendo a eleição de um candidato para mais de um cargo, prevalecerá aquele para o qual se encontra registrado. Conforme a assessoria da ASSOMAL, estão aptos a voltarem 1000 associados e que prestaram até as 17 horas o seu direito de escolha, e que prevaleça a vontade da categoria para o triênio a frente da ASSOMAL.