Para acelerar Lava Jato, STF deve discutir foro privilegiado em maio

Para acelerar Lava Jato, STF deve discutir foro privilegiado em maio

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), a ministra Cármen Lúcia, deve pautar para a segunda quinzena de maio uma ação que restringe a regra do foro privilegiado de políticos. A medida poderia agilizar o andamento de processos da Lava Jato.

A abertura de 76 novos inquéritos pela força-tarefa deixa a Corte com falta da estrutura para conduzir os processos em grande quantidade, incomum para os padrões do tribunal.

Segundo a jornalista Andréia Sadi‏ disse à Globo News, a ministra já comunicou informalmente aos seus colegas do STF que o tema deve ser abordado na Corte.

O ministro Luís Roberto Barroso liberou a pauta em fevereiro deste ano. O magistrado defende somente autoridades que cometerem crimes durante o mandato sejam julgados pelo Supremo. Atualmente, o foro especial vale para qualquer crime atribuído a autoridades, independentemente de quando foi cometido e do tipo de crime praticado.

msn

17/04/2017